Motor (motor da polia de tração)

Motor (motor da polia de tração) em elevadores

Motor, com/sem engrenagem, com/sem regulação de frequência e polia de tração. Provoca o movimento e a paragem do elevador. A seleção da solução de acionamento correta é um pré-requisito para a operação económica e o desempenho do sistema.

Tipos de acionamento:

 

Engrenagem de parafuso sem-fim

Transferência e transmissão de força entre o motor e a polia de tração através de uma engrenagem de parafuso sem-fim (roda de sem-fim + fuso).

Cumpre os mais elevados requisitos no conforto de deslocação e precisão de paragem - as condições de carga - com um baixo consumo de energia.

Velocidades até 2 m/s. Entrada milimétrica. Nova regulação automática de diferenças de nível aquando da carga e da descarga.

 

Acionamentos sem engrenagem

Um motor sem engrenagem. A polia de tração está unida por forma e atrito com o rotor do motor.

Cumpre os mais elevados requisitos no conforto de deslocação e precisão de paragem - as condições de carga - com um baixo consumo de energia.

Velocidades até 12,5 m/s.

Entrada milimétrica. Nova regulação automática de diferenças de nível aquando da carga e da descarga.


Engrenagem de parafuso sem-fim de dentes retos

ver antes, engrenagem de parafuso sem-fim

Cumpre os elevados requisitos no conforto de deslocação e precisão de paragem - as condições de carga - com um baixo consumo de energia.

Velocidades até 1 m/s. Entrada milimétrica. Nova regulação automática de diferenças de nível aquando da carga e da descarga.


Engrenagem planetária

Transferência e transmissão de força entre o motor e a polia de tração através de uma engrenagem planetária (mais rodas dentadas).

Área de aplicação habitual: Velocidade da cabina do elevador até 2,5 m/s.

Entrada milimétrica. Nova regulação automática de diferenças de nível aquando da carga e da descarga.

 

Engrenagem de correia trapezoidal etc.

consultar também: Comutação de polos

voltar à vista geral